Corpus Christi espírita?

Sim.

Eu frequentei (durante alguns anos) a Igreja Católica. Cheguei a dar palestras em cursos de noivos (verdade!!!)

E durante o tempo que frequentei a IC, foi um tal de senta, levanta, se benze, toma comunhão…. e eu sem entender nada disso mas fazendo tudo aquilo que os outros faziam: senta, levanta, se benze, etc…

Agora eu me pergunto se não estamos fazendo o mesmo no espiritismo: chega, assiste palestra, toma passe…. será que nossos frequentadores sabem porque estão fazendo isso?

Será que nós, que estamos à frente de nossas casas, estamos fazendo nosso trabalho corretamente?

Estamos apresentando o espiritismo como uma ferramenta para nos tornarmos pessoas melhores, espíritos melhores?

Ou estamos apenas dizendo “estude aquilo, tome passe, frequente uma desobsessão” sem mostrarmos a essência do espiritismo que é reconhecer nossas dificuldades e as corrigirmos para sermos pessoas melhores.

Sei não… as vezes tenho a impressão que estamos apenas oferecendo o velho “corpo e sangue de Cristo” em comunhão…

Anúncios