Um praticante certa vez perguntou a um mestre Zen, que ele considerava muito sábio:

“Quais são os tipos de pessoas que necessitam de aperfeiçoamento pessoal?”

“Pessoas como eu.” Comentou o mestre. O praticante ficou algo espantado:

“Um mestre como o senhor precisa de aperfeiçoamento?”

“O aperfeiçoamento,” respondeu o sábio, “nada mais é do que vestir-se, ou alimentar-se…”

“Mas,” replicou o praticante, “fazemos isso sempre! Imaginava que o aperfeiçoamento significasse algo mais profundo para um mestre.”

“O que achas que faço todos os dias?” retrucou o mestre. “A cada dia, buscando o aperfeiçoamento, faço com cuidado e honestidade os atos comuns do cotidiano. Nada é mais profundo do que isso.”

 

Conto Zen

 

Anúncios