Agora que leram Apego e Impermanência II,

penso ser mais fácil compreender o texto que segue:

Certa vez, o mestre Zen Fa-yun disse aos seus discípulos:

“Suponham que estejam em uma situação na qual,

Se vocês avançarem perderão o Tao [o sentido da Vida],

Se recuarem, perderão o Mundo [a vivência Cotidiana], e

Se não se moverem, terão demonstrado uma ignorância

tão grande quanto a de uma pedra.

O que fariam?”

Um dos monges, confuso, disse:

“Neste caso, como evitar parecer ignorante?”

O Mestre respondeu:

“Abandonem o Apego e o Medo, e saibam realizar todo seu potencial.”

“Mas,” replicou outro monge:

“Neste caso, como evitar perder o Tao ou o Mundo?! Ambos são fundamentais.

Como podemos existir ignorantes do Sentido da Vida,

ou ignorantes da maravilha da Existência Cotidiana?”

O sábio declarou, enfim:

“Avancem e recuem ao mesmo tempo, com fluidez e humildade!”

(Conto Zen Budista)

Anúncios